Autor Tópico: Moinho de vento  (Lida 10018 vezes)

Description:

0 Membros e 2 Visitantes estão vendo este tópico.

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Moinho de vento
« Resposta #30 Online: 06 de Maio de 2009, 14:58 »
Fendel,

Pela última vez.

Voce escreveu:
Citar
Qualquer hélice regulada por stall dispara num vendaval, quando não aciona carga...
E eu respondo (e volto a afirmar) pois respondí:
Citar
Hélices limitadas por stall tendem a manter a rpm constante quando a velocidade do ar atinge um certo valor

Quando eu disse:
Citar
Não mesmo - se o hélice dispara, é porque está mal dimensionada/construída.
Estou claramente me referindo ao seu comentário na segunda página:
Citar
Utilizo o efeito "stall" automático das hélices com passo fixo para ventos superiores a 30 km/h
E sobre o qual eu comentei:
Citar
Se quebrou 5 pás de hélices, possivelmente está fazendo alguma coisa errada, pois cataventos controlados por stall deve poder resistir a velocidades rotacionais altas por longos períodos

Foi aí que você disse:
Citar
O ângulo de ataque na ponta das pás é de 4 graus.
O perfil é um naca 4 mil e alguma coisa... que copiei de uma pá sucateada.

E eu então fiz um comentário bem nítido:
Citar
Hmmm - Já temos um primeiro ponto - o perfil, que não é indicado para a função mesmo.
E isso voce deve ter percebido quando leu um pouquinho da página que eu te mandei do Martin Hepperle, não?

Afinal, ele não usa um perfil Naca 4 mil e alguma coisa que foi resgatado da sucata... :)

Se prestar atenção neste mesmo link, verá que há uma tabela onde é demostrado que as pás tem angulos de ataque negativos, mas claro - isso deve ser falação também, não?

Para finalizar, usando um fragmento de texto que você mesmo postou. afirmo:
Mechanical Braking System
 The mechanical brake is used as a backup system for the aerodynamic braking system, and as a parking brake, once the turbine is stopped in the case of a stall controlled turbine.


O fato inexorável e que você não quer aceitar é que hélices controladas por [stall] não usam freios para limitar a rpm, sejam geradores, cargas fantasmas ou freios mecanicos...

De qualquer maneira, tente fazer o seus moinhos com os sistemas de freios que bem entender, e tire suas conclusões quebrando suas hélices e fazendo os freios que bem entender.

Boa sorte na sua empreitada.
« Última modificação: 06 de Maio de 2009, 15:09 por fgilii »



Offline Fendel

  • Fuso
  • **
  • Posts: 176
  • Sexo: Masculino
  • Vamos desabobalhar a humanidade...
    • Atividades:
Moinho de vento
« Resposta #31 Online: 06 de Maio de 2009, 16:04 »
Gilli

Pela enésima vez... e quantas forem necessárias...

A rotação da hélice é constante, não porque se aproveita o efeito Stall, mas porque a rotação de um gerador conectado diretamente à rede... é constante.

Qualquer perfil pode ser sujeito ao efeito stall... até uma ripa de cerca...

Exatamente... acima de 30 km/h ou seja 9 m/s... começa-se a paroveitar o freio stall... somente quando a rotação é constante...
Se a rotação não for constante (ou seja, sem carga) a velocidade de stall também aumenta... idem a rotação do rotor... o negócio dispara...

O ângulo que falo é o alfa... e não o beta... que somados dão o gama... ou vice versa...

O perfil Naca ou Joãozinho reflete no refinamento da máquina (eficiência em certa condição) e teu perfil Joãosinho é bem parecido com o Naca que utilizo...

Quanto ao freio... é um ítem essencial e obrigatório para as hélices de passo fixo que se utilizam do efeito stall.
Exatamente o contrário do que vc interpreta... ou pensa que sabe.

Se a hélice tem a possibilidade de mecher no ângulo da pá (pitch) então o freio não é tão necessário.... e serve mais como segurança prá manutenção... e para uma eventualidade de falha de pitch...

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Moinho de vento
« Resposta #32 Online: 06 de Maio de 2009, 16:44 »
Fendel,

Você pode repetir quantas e quantas vezes quiser as suas colocações, mas tenha sempre em mente que NÃO estão completamente corretas...

- A idéia de se controlar um moinho através de "stall" é para justamente mantê-lo conectado a maior parte do tempo porque assim se ganha em tempo de carga/recarga ou alimentação de algum sistema, e em relação ao aproveitamento de clima, além de ser a forma construtiva das mais "baratas" (stall passivo) já que não há a necessidade de implementações de mecanismos e controles complexos, além de problemas como poeira e resistência à intempéries nos cubos de hélices dos rotores de passos variáveis...

- em grande moinhos, onde há a possibilidade de se implementar stall ativo ou seja, controlado por algum dispositivo, tem-se mais vantagem ainda, pois é através da alteração dos angulos de incidência das pás que se consegue uma maior janela de rpm...

- mais de 70% dos moinhos instalados são controlados por stall seja ativo ou passivo e pasme - NÃO usam o seu gerador ou outro dispositivo qualquer para limitação de rpm - apenas os efeitos aerodinâmicos do efeito stall.
Todos eles tem freios sim, mas para segurança e manutenção, e não como limitadores de rpm...

- não cometa o erro grosseiro de confundir pura e simplesmente a palavra stall que aqui estamos nos referindo com o conceito aeronáutico, onde a asa literalmente pára de gerar sustentação suficiente para que continue voando.

O stall que aqui me refiro é o de alta velocidade, onde acontece um fenômeno chamado "descolamento da camada limite por efeito da alta velocidade do ar".

- alguns moinhos com controle de stall normalmente tem uma caixa de engrenagens - ou cambio - onde se consegue alterar a faixa de rpm do gerador em relação ao rotor, o que ajuda ainda mais na ampliação da faixa útil do aparelhamento,

Já se estudou a possibilidade de implementação de variadores de velocidade mecanicos para promover um casamento entre faixas de rpm de rotor e de gerador, mas ainda há problemas a serem contornados além dos altos custos de uma instalação dessas.

- quanto aos perfis, realmente você precisaria ver como se comportam num túnel de vento seja ele real ou simulado para ter uma idéia do que acontece de fato e aí sim, veria que não se pode usar quaisquer perfis para a função, e muito menos usar um perfil errado como seu Naca, e posicioná-los a 4 graus ou quantos quiser e como quiser chamar...

- Usar o perfil correto - e nas torsões corretas - não só farão o equipamento cumprir o que promete ou seja - manter a rpm controlada acima de uma determinada velocidade do ar - com ou sem carga no seu eixo - mas será inclusive motivo para se obter um funcionamento mais eficiente do que com o perfil comum e errado.

- Ao contrário do que você pensa e acha certo, se um rotor que tenha passo variável perder por algum motivo o sistema de controle de passo quando estiver em angulo de funcionamento, este sim terá a tendência a disparar então o freio será mais que necessário - será vital para que se salve um pouco da instalação...

- há ainda outras formas que estão sendo estudadas e algumas implementadas na área de mantenimento das relações entre rpm de rotor e gerador - uma delas é alterar o angulo de incidência do disco do rotor em relação ao vento - o que se chama "Yawling"

Como vê, muitas de suas conclusões ou o que você acha que sabe estão completamente equivocadas, mas faça como quiser e acredite no que quiser...
« Última modificação: 06 de Maio de 2009, 16:46 por fgilii »

Offline Fendel

  • Fuso
  • **
  • Posts: 176
  • Sexo: Masculino
  • Vamos desabobalhar a humanidade...
    • Atividades:
Moinho de vento
« Resposta #33 Online: 06 de Maio de 2009, 17:29 »
Donde vc tirou que meu freio é para limitar a rotação? Não inventa.
Qualquer freio iria derreter nestas condições...
Meu freio é para impedir que a máquina dispare... quando sem carga... quando cai a rede, por exemplo... como já explicado e descrito.
O objetivo é parar a máquina numa emergência... como explicado diversas vezes.

Se vc ainda não entendeu que meu papavento é do tipo stall e que aproveito este efeito para ventos de 10 a 50 km/h... e para ventos maiores do que 50 km/h entra o freio e "para" a máquina... como descrito já 2 vezes anteriormente.

Leia com atenção, antes de escrever bobagens...

Nenhum papavento funcional tem uma caixa de marchas.... não se troca a relação de engrenagens... nunca, vc continua sonhando.
Quando há variação de rotação esta é por vias eletrônicas no próprio gerador... ou por CC... ou por gerador dahlander...de 2 velocidades...

Pare de querer ser sabichão.
Pelo exposto, vc no máximo deve ter feito papaventinho de papel... no jardim de infância.

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Moinho de vento
« Resposta #34 Online: 06 de Maio de 2009, 17:34 »
Fendel,

Eu já parei de te tratar mal e me desculpei, mas voce continua a me destratar


Não vou tolerar mais isso

Pare imediatamente - estou espoerando alguma retratação já.

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Moinho de vento
« Resposta #35 Online: 06 de Maio de 2009, 17:35 »
Não estou falando exatamente do seu catavento - leia direito as coisas e não as deforme

Offline Fendel

  • Fuso
  • **
  • Posts: 176
  • Sexo: Masculino
  • Vamos desabobalhar a humanidade...
    • Atividades:
Moinho de vento
« Resposta #36 Online: 06 de Maio de 2009, 17:53 »
Tá bão... vc não brincou de papavento de papel...
Mas eu brinquei... e continuo brincando
Até me inspirei neles para fazer meus medidores de velocidade de vento... com eixo na vertical... e pelo que andei comparando é melhor do que um alemão "caro" de conchas de sorvete que tenho aqui...

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Moinho de vento
« Resposta #37 Online: 06 de Maio de 2009, 17:54 »
Estou esperando uma retratação - imediatamente.

EduBambu

  • Visitante
Re: Moinho de vento
« Resposta #38 Online: 06 de Maio de 2009, 18:24 »
O assunto sobre o moinho de vento, é sobre esse arranjo mostrado abaixo ?


Talvez pudesse saber re-lendo todo o tópico, mas as últimas postagens me fizeram pensar que perdí alguma coisa na discussão.

Não estou sabendo mais se o moinho de vento em questão, já existe, ou se é um estudo.

Se existe; - O gerador já está ligado na rede ? - O problema é o controle de carga e a divisão (de carga) com a rede ?  É um problema de segurança ?

E o mais importante: - Se esse gerador existe ele está instalado aonde ? Não é perto da minha casa? Não ?

EduBambu

  • Visitante
Re: Moinho de vento
« Resposta #39 Online: 06 de Maio de 2009, 18:27 »
A imagem que citei está mais nítida na página original

http://www1.eere.energy.gov/windandhydro/images/illust_large_turbine.gif

Não sei como editar a mensagem para troca-la.

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Re: Moinho de vento
« Resposta #40 Online: 06 de Maio de 2009, 18:57 »
Pedí para o Sr Fendel que se retratasse pois me sentí ofendido - ele leu o pedido feito aqui e por MP mas não se manifestou.

Entendo então que sua intenção é esta mesma, a de ignorar os bons modos e a um pedido de retratação, portanto este tópico está trancado por ser um assunto que perdeu o foco principal, não interessando mais que se dê continuidade.
« Última modificação: 06 de Maio de 2009, 19:16 por fgilii »