Autor Tópico: Actuação do home switch e limit  (Lida 5883 vezes)

Description:

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline macieira

  • Fuso
  • **
  • Posts: 122
  • Sexo: Masculino
Actuação do home switch e limit
« Online: 29 de Agosto de 2007, 08:36 »
Bom dia ao forum

Não encontrei nenhum tópico que pudesse colocar esta situação, mas como  o indivíduo do qual você fazer referência utilizar o mach, gostaria colocar uma dúvida acerca do switch home e limit.

Como é que o programa actua, ou como devemos fazer para que actuem da maneira como mostra o video do link a seguir: www.saviot.com/sabefiprogetto/VelociTàTGA.wmv

A cnc que estou construindo é identica a essa na maneira de trabalhar, e tenho que utilizar estas funções, principalmente para colocar ambas as colunas em posição zero para que o corte comece de maneira correcta.

Abs
Macieira
« Última modificação: 29 de Agosto de 2007, 08:45 por fgilii »



Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #1 Online: 29 de Agosto de 2007, 09:29 »
Macieira, bom dia,

Penso que a aplicação de finais de curso é de certa forma delicada, pois depende muiito como o programa encara e manipula estes sinais.

Não sei qual será o programa de controle que você pretende usar mas penso que pode ser um problema, pois alguns programas "não dedicados" ao corte de isopor (suponho ser uma máquina de corte de isopor através de fio quente) não tem previsão para finais de curso...

Alguns programas de controle (Mach2 por exemplo) poderia ter alguns eixos "acoplados" (ou sincronizados) sendo um dos eixos como "mestre" e outro eixo como "escravo", mas não sei se deve ser usado apenas um final de curso em um deles ou os dois eixos deveriam ter cada um o seu sensor...

Uma forma simples que talvez funcione para ajustar os eixos em uma posição de origem sem uso de sensores seria uma espécie de "calço", que bloquearia mecanicamente o movimento de cara eixo.

Mesmo sabendo que é um "crime" provocar uma colisão, penso que poderia funcionar até bastante bem e acredito que a estrutura não sofreria nenhum abalo sério, pois as velocidades de aproximação seriam bem baixas.

Sensores de origem (home) normalmente são usados em sistema de produção seriada e quando o método de usinagem exige diferentes "pontos de fixação", e mais importante - os programas de usinagem são gerados de forma a utilizarem estes diferentes pontos "durante a mesma operação de usinagem".
O método supõe o emprego de coordenadas absolutas e o uso de coordenadas auxiliares e programadas, chamadas "pontos de fixação"

Um caso típico é uma usinagem dos dois lados de uma peça na mesma máquina e na mesma operação.
A máquina tem em sua mesa duas morsas - cada uma preparada e gabaritada para receber o "blanck"
A morsa da direita faz a parte de cima da peça e a morsa da esquerda faz a parte de baixo - o operador apenas troca a "mesma peça" de morsa, apenas invertendo seu lado a cada parada préprogramada.

Isso quer dizer que a cada ciclo de usinagem são executadas duas peças...

A posição de cada trabalho em relação a cada morsa é um ponto de fixação diferente, e que vai gravado em uma tabela interpretada e reconhecida pelo programa e programador...

Onde entra o sensor de origem neste caso?
No início dos trabalhos - o operador pede que a máquina reconheças as origens "físicas" iniciais - as chamadas "G54", ou "origem MESTRA".

Daí para frente, as origens mestras são raramente usadas - os programas de usinagem então manipular as coordenadas dos pontos de fixação (G55 a G59).

Já os limites de finais de curso são interessantes quando se tem uma máquina que se movimenta em altas velocidades, e uma colisão seria um prejuízo que representa a parada da máquina para manutenção e realinhamentos, processos normalmente longos e dispendiosos...

Na minha opinião, dependendo do tipo de trabalhos e das características mecanicas, não há necessidade de usar finais de curso...

Offline macieira

  • Fuso
  • **
  • Posts: 122
  • Sexo: Masculino
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #2 Online: 31 de Agosto de 2007, 10:03 »
bom dia ao forum

Mutio obrigado pela sua explicação Sr. Fabio gilli.

Não sei se teve oportunidade de ver o video que adicionei para melhor compreensão da minha dúvida.

O que me faz confusão é como irei dizer a máquina que ela deve começar do ponto zero, ou seja, num sistema de cnc com duas colunas devem partir do mesmo ponto comum para que não se dê o caso de uma começar mais a frente que a outra, para que o fio ao entrar em contacto com a superfície de corte esteja paralelo em toda a sua extenção.

Por isso é que surgiu a dúvida em relação ao switch home, mas sendo assim corrija-me se estiver errado.

Posso fazer um marcação manual do ponto zero de ambas as torres e toda a vez que utilizar a máquina coloco-as nessa marcação e coloco o software a zeros, e limito o fim de curso pelo software

o programa que vou utilizar e o gmfc posso enviar-lhe para dar uma vista de olhos.

Abs
Macieira

lolata

  • Visitante
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #3 Online: 31 de Agosto de 2007, 19:58 »
Aproveitando a deixa,
Eu comecei a instalar a chave final de curso, configurei no turbocnc, mas fiquei com umas duvidas.
quando o carro chega ao fim de curso, ele para e só se move p/ lado oposto, mas lá no <F8>.
Para configurar o Home seria uma chave diferente ao final de curso ?.

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #4 Online: 01 de Setembro de 2007, 09:33 »
Macieira,

Mesmo sem usar finais de curso "físicos", no sentido de um contato que informe ao programa um ponto de referência, nada impede de apenas posicionar manualmente as torres de forma a deixar o fio na posição inicial desejada e informar ao programa que aquele lugar é o ponto de origem (prvavelmente o programa tem algum comando para isso).

Acredito que se posicionar as torres de forma a deixá-las em uma distância bem parecida com relação a um batente (ou ao final do seus trilhos), é só posicionar o bloco de espuma de forma que uma das faces toque por igual no fio - assim evita-se maiores transtornos...

Não conheço este programa, e se puder apontar algum link para ele, fico agradecido...

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #5 Online: 01 de Setembro de 2007, 09:35 »
Lolata,

Apesar da dúvida ser do Turbocnc, e este é um tópico sobre o Machxx, digo que se de fato você quer instalar este tipo de sensores na sua máquina, sugiro usar sensores separados para "home" e para final de curso.

O Turbocnc poderia usar um sensor só para as duas funções, mas ele muitas vezes faz confusão...

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #6 Online: 01 de Setembro de 2007, 20:30 »
Como é que o programa actua, ou como devemos fazer para que actuem da maneira como mostra o video ...

Assisti ao vídeo mas não pude perceber a utilização de chaves de fim de curso ou de referência ...

De qualquer modo, vale o que já foi dito, as chaves de fim de curso ( limit switches ) são de escassa utilidade em máquinas de pequena potência, onde o choque contra um limite mecânico não causaria danos e as chaves de referência ( home switches ) são frequentemente desprezadas na prática por ser de modo geral mais fácil fazer o posicionamento "a olho".

Isto posto, se ainda quiser implementar as tais chaves, não há qualquer dificuldade.

É recomendável que as chaves de fim de curso disponham de contatos normalmente fechados e sejam conectadas em série, deste modo a máquina não parte se houver algum problema com o circuito - como um fio rompido, por exemplo - e utiliza-se apenas um dos pinos da porta paralela para a função. Deve-se instalar um par de chaves em cada eixo, uma em cada extremidade, oito chaves no total, portanto.

Para as chaves de referência, pode-se utilizar tanto contatos normalmente abertos quanto fechados, uma para cada eixo, instaladas no lado "zero", em posição anterior à chave de fim de curso daquela extremidade, perfazendo um total de quatro chaves.

É necessário tb instalar resistores pull up em série com cada conjunto de chaves. Uma extremidade do resistor vai ao +5V do PC, a outra extremidade à primeira chave e a extremidade livre da última chave vai ao negativo do PC. O sinal é retirado da junção entre o resistor e a primeira chave. Veja o esquema abaixo:


                       +----> para a porta paralela
              4K7      |       S1         S2                    Sn
(+5V) o------/\/\/\----+-----o---o------o---o------......------o---o-----(NEG)


Evidentemente após a instalação das chaves será necessário configurar o Mach3 de acordo com os pinos e funções utilizados ...

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13795
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #7 Online: 02 de Setembro de 2007, 09:30 »
Jorge,

Obrigado pela complementação nas explicações...

Excelente "ASCII Art" ;)

pablolira89

  • Visitante
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #8 Online: 06 de Fevereiro de 2009, 18:23 »
Como é que o programa actua, ou como devemos fazer para que actuem da maneira como mostra o video ...

É necessário tb instalar resistores pull up em série com cada conjunto de chaves. Uma extremidade do resistor vai ao +5V do PC, a outra extremidade à primeira chave e a extremidade livre da última chave vai ao negativo do PC. O sinal é retirado da junção entre o resistor e a primeira chave. Veja o esquema abaixo:


                       +----> para a porta paralela
              4K7      |       S1         S2                    Sn
(+5V) o------/\/\/\----+-----o---o------o---o------......------o---o-----(NEG)


Evidentemente após a instalação das chaves será necessário configurar o Mach3 de acordo com os pinos e funções utilizados ...

Olá Pessoal

 Estou com dificuldade em instalar minhas chaves de fim-de-curso... Quanto ao esquema colocado , que fonte eu uso para fornecer 5v à porta paralela? O 5v vem da porta paralela ou de uma de pc qualquer? O sinal para a porta paralela tem que ser TTL.

Obrigado!!

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #9 Online: 06 de Fevereiro de 2009, 19:37 »
que fonte eu uso para fornecer 5v à porta paralela?

Vc pode usar a própria fonte do PC ou uma fonte externa.

Offline Timóteo

  • Novato
  • *
  • Posts: 13
  • Sexo: Masculino
Re: Actuação do home switch e limit
« Resposta #10 Online: 06 de Agosto de 2009, 09:28 »
Ola a todos e um bom dia,

Gostaria de saber se tem como, em vez de usar Chaves de Limites, controlar os limites pelo Mach3?

David Timóteo