Autor Tópico: Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo  (Lida 57000 vezes)

Description:

0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #15 Online: 27 de Março de 2007, 09:57 »
Citação de: "reinaldoaf"
Só que via de regra, sabe-se que o consumo de corrente pelo motor é diretamente proporcional a frequencia ...


Reinaldo, é o contrário ...



reinaldoaf

  • Visitante
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #16 Online: 27 de Março de 2007, 10:08 »
Jorge,

Certeza? penso eu que quanto mais ele aumenta a frequencia (velocidade) mais ele consome? não? tanto acho q seja assim q o proprio L297 trabalha dessa forma, ele aumenta a frequencia do PWM de acordo com que o motor é acionado! bem não entendo muito , alias quase nada, mais nós utilizamos de recursos como PWM para poder colocar uma tensão e corrente maior que a nominal no motor fazendo assim ele jogar a rampa de torque para frente, de forma que possamos atinguir maiores "velocidades" (frequencias) entao penso eu que ele consome mais em maior velocidade.... vou dar uma olhada ver se encontro o grafico de conssumo por hz do motor de passo

Abraços

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #17 Online: 27 de Março de 2007, 10:08 »
Citação de: "reinaldoaf"
... eu vou assim que puder, montar o esquema com o LM2917 ...


Reinaldo,

Desconfio que não vai adiantar falar, mas só pra constar ... he, he, he ....

Vc vai gastar dinheiro e perder seu tempo. Vc - e não é o único - está partindo de premissas falsas, os resultados não serão o que supõe ...

Tô falando só pq não acho legal ver alguém desperdiçando recursos sem alertar, mas acho até melhor que faça mesmo a coisa e veja por si mesmo ... em todo caso cumpri minha obrigação, avisei ...

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #18 Online: 27 de Março de 2007, 10:15 »
Citação de: "reinaldoaf"
Jorge, Certeza?


Certeza. Vc está bastante equivocado. Dá uma lidinha na data sheet, bem devagar ... vc não é o primeiro e não será o último a entender a coisa dessa maneira, tenho visto gente experiente em eletrônica interpretar a coisa de maneira semelhante, mas tá errado, bem longe da realidade ...

Mastiga a coisa aí direitinho, se ainda não conseguir perceber o que eu tô falando eu tento explicar ...

reinaldoaf

  • Visitante
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #19 Online: 27 de Março de 2007, 10:26 »
Jorge,

então por favor, me ajude a entender, pois o datasheet do L297 que encontrei não tem nada sobre e o datasheet do motor eu não achei :(...

abraços

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #20 Online: 27 de Março de 2007, 11:07 »
Citação de: "reinaldoaf"
Jorge, então por favor, me ajude a entender ...


Reinaldo, então vamos lá ...

Vamos começar por analisar o que acontece no motor, depois a gente fala do que é específico de cada tipo de driver.

As coisas mais importantes a ter em mente:

O torque é função da intensidade do campo magnético, que por sua vez é diretamente proporcional ao produto ampéres x espiras, ou seja depende essencialmente da intensidade da corrente e do número de espiras do enrolamento.

O motor é um indutor e as propriedades dos indutores que interessam no momento, são a resistência e a indutância. A resistência é a característica de oposição à corrente, que será diretamente proporcional à tensão e inversamente proporcional à resistência. A indutância é a oposição à variação da corrente, tanto essa oposição maior quanto maior for a indutância. Isto significa que ao ser aplicada tensão nos enrolamentos, a corrente não atinge seu valor máximo instantanemamente. Esta é a chave para entender tudo o que será discutido posteriormente, é um fato absolutamente essencial, grave isto na pedra ...

A corrente especificada para um motor é essencialmente limitada pelo aquecimento suportável e secundariamente pela saturação do circuito magnético. A tensão é especificada em função da corrente admissível e da resistência do fio do enrolamento.

Me diz se até aqui está claro, é importante que entenda essas coisas básicas muito bem, ou tera dificuldades para entender o que vem a seguir ...

Continuo mais adiante, depois de esclarecermos possíveis dúvidas ...

reinaldoaf

  • Visitante
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #21 Online: 27 de Março de 2007, 11:48 »
Vamos ver se entendi...

Torque é diretamente proporcional a corrente aplicada nas espiras...


Citar
A resistência é a característica de oposição à corrente, que será diretamente proporcional à tensão e inversamente proporcional à resistência.


ficou meio confuso aqui... ela é proporcional a tensao e inversamente proporcional a ela mesma???? :S


Citar
A indutância é a oposição à variação da corrente, tanto essa oposição maior quanto maior for a indutância. Isto significa que ao ser aplicada tensão nos enrolamentos, a corrente não atinge seu valor máximo instantanemamente.


certo, a indutância é o fator que fala q a corrente nao vai ser a máxima imediatamente apos eu aplica-la...

A parte da saturação so circuito seria exatamente o máximo de campo que o cirucuito pode gerar, e isso é diretamente ligado a máxima corrente q  ele aproveita de acordo com o fio e as espiras, o resto teoricamente falando é dissipado em calor... seria isso?

abraços,

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13780
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #22 Online: 27 de Março de 2007, 11:52 »
Reinaldo,

Citar
ficou meio confuso aqui...

Corrente diretamente proporcional à tensão e inversamente proporcional à resistência...

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #23 Online: 27 de Março de 2007, 13:33 »
Citação de: "reinaldoaf"
ficou meio confuso aqui...


A corrente é que é diretamente proporcional à tensão e inversamente proporcional à resistência.

Citar
A parte da saturação so circuito seria exatamente o máximo de campo que o cirucuito pode gerar, e isso é diretamente ligado a máxima corrente q  ele aproveita de acordo com o fio e as espiras, o resto teoricamente falando é dissipado em calor... seria isso?


Isso. Na realidade pode haver diferenças entre o ponto de saturação e a máxima corrente, mas isso é irrelevante na maior parte dos casos.

OK, acho que vc tá entendendo a coisa, vamos continuar ...

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #24 Online: 27 de Março de 2007, 14:09 »
Bão, vamos pensar um pouquinho sobre a famosa variação do torque, imaginando o funcionamento de um motor ...

Pra gravar na pedra: a corrente sempre leva o mesmo tempo pra chegar ao máximo, não importa a velocidade do motor.

Imagine, como gráfico da corrente, uma rampa, sempre com a mesma inclinação, subindo, quando o enrolamento é energizado, descendo, quando é desenergizado e um platô representando a corrente máxima:

Pra simplificar, vamos imaginar um motor alimentado sob tensão nominal, parado e neste caso é fácil deduzir que a corrente tb será a nominal e o torque tb, não é ? Só vemos o platô ...

Resolvemos colocar o motor pra rodar, mas bem devagar, uns poucos passos por segundo ...

No momento em que alimentamos um enrolamento a corrente começa a crescer e leva algum tempo até chegar ao máximo ... mas esse tempo, comparado com o intervalo entre os passos, ainda é muito pequeno, não observamos alterações no torque, se o medíssemos ainda seria o nominal. A rampa da corrente, na energização e desenergização, é praticamente desprezível, comparada com a longa duração do platô:

Vamos acelerando o motor ... e na medida em que o tempo para a corrente chegar ao máximo torna-se comparável ao intervalo entre passos, a redução do torque torna-se aparente ... a rampa é perfeitamente visível, o platô bem curto ... Pq o torque se reduziu ?

Pq estamos chegando a um ponto onde a corrente mal tem tempo de chegar ao máximo e já ocorre outro passo e portanto a corrente média está caindo ... aumentando ainda mais a frequência dos passos, chegamos ao ponto em que a corrente máxima sequer é alcançada __/\__ ... e portanto o torque já se mostra muito reduzido e relação ao nominal ...

Aumentamos ainda mais a velocidade do motor e chegamos ao ponto onde o a corrente média é tão baixa que o torque é insuficiente para manter o motor rodando ... é a velocidade de stall ... o motor perde o sincronismo e para ...

Tá claro que a corrente - e consequentemente o torque - é inversamente proporcional à velocidade ?

Offline F.Gilii

  • Administrador
  • CNCMASTER
  • *******
  • Posts: 13780
  • Sexo: Masculino
  • Consultoria, Automação e Construção de Máquinas
  • Cidade - UF: Atibaia - SP
  • Nome:: Fabio Gilii
  • Profissão: Tec. Mecanica de Precisão
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #25 Online: 27 de Março de 2007, 14:20 »
Jorge,

Desculpe interromper sua explanação...

Não ficou claro - num momento você diz que a corrente é "Diretamente" Proporcional" à tensão, e num outro momento diz que é "inversamente proporcional" à tensão...

O que devemos considerar?

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #26 Online: 27 de Março de 2007, 14:31 »
Citação de: "fgilii"
Jorge,

Desculpe interromper sua explanação...

Não ficou claro - num momento você diz que a corrente é "Diretamente" Proporcional" à tensão, e num outro momento diz que é "inversamente proporcional" à tensão...

O que devemos considerar?


Corrigido, Fabião. Obrigado pelo alerta.

A corrente é diretamente proporcional à tensão e inversamente proporcional à resistência.

Offline Arivaldo

  • Hobby
  • ****
  • Posts: 389
  • Salvador - Bahia 40.110-180
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #27 Online: 27 de Março de 2007, 14:59 »
Desculpem interromper os mestres, mas tem um detalhe a mais, o qual acredito que pode explicar um pouco a relação entre frequencia e corrente.

Gostaria só de lembrar que, numa bobina, a resistência à passagem de corrente é diretamente afetada pela frequencia, pois, além da resistência ôhmica dos fios, há a impedância total, que é diretamente proporcional à indutância da bobina e à frequencia aplicada.

Assim, aumentando-se a frequencia, gera-se uma maior impedância total, reduzindo a corrente e, conseguentemente, o torque.

Claro que isso não se aplica diretamente aos motores de passo - apenas "de raspão", mas pode dar um boa idéia do resultado do aumento da frequencia numa bobina.

Espero não ter mexido o angú ao contrário e desandado o caldo.

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #28 Online: 27 de Março de 2007, 16:27 »
Citação de: "Arivaldo"
Gostaria só de lembrar que, numa bobina, a resistência à passagem de corrente é diretamente afetada pela frequencia, pois, além da resistência ôhmica dos fios, há a impedância total, que é diretamente proporcional à indutância da bobina e à frequencia aplicada.


Perfeitamente, Arivaldo, a gente chega lá. Por enquanto tô tentando abordar um mínimo de variáveis que permita a compreensão dos principais fenômenos pertinentes aos motores de passo e drivers.

A impedância é o resultado da participação da resistência, indutância e capacitância, e essa interação é algo de difícil visualização. Como no caso dos motores de passo a capacitância é baixa, desprezível frente a indutância e à faixa de frequências usuais, importante quase que apenas no estudo dos transientes durante a energização do indutor, abordo inicialmente apenas a reatância indutiva + resistência, abstraindo a capacitância, um modelo que se aproxima bastante do real, adequado aos fins desta discussão.

Mais a frente a abordagem de comportamentos mais complexos estará facilitada pela compreensão destes aspectos mais básicos.

Offline C N C N o w !

  • CNCMASTER
  • ******
  • Posts: 6300
  • Sexo: Masculino
Tutorial Sobre Acionamento de Motor de Passo
« Resposta #29 Online: 27 de Março de 2007, 16:29 »
Reinaldo,

tô esperando vc dizer que que já digeriu o que foi dito e coloque suas dúvidas antes de continuar, tá bem ?